sexta-feira, 13 de maio de 2011

Cavalo Argentino

Animal harmonioso que se confundiria com o Anglo Árabe se não fosse a chanfro convexo em vez de reto ou até mesmo côncavo do Anglo- Árabe. Possui porte altivo como um Puro- Sangue Inglês, embora os indivíduos de conformação ideal sejam mais curtos de dorso e anca, possuam braços mais verticais e quartelas mais curtas que o PSI.
Originalmente denominado de Anglo- Cavalo Argentino, este cavalo excepcional para a prática de esportes amadores resultou da cruza do puro- Sangue Inglês com o Crioulo; portanto, tem sangue Árabe e Berbere, basicamente, as raças formadoras do PSI e do Andaluz, este sendo o gerador do Crioulo na América do Sul.
As pastagens Argentinas são mundialmente famosas por sua excelência para a equinocultura . Além da criação de excepcionais Crioulos, usados precipuamentes na lida, os Cavalo Argentinos desenvolveram uma raça voltada para o esporte, através da cruza com o PSI.
Do cavalo de corrida obtiveram o porte e a vivacidade; do crioulo colheram a resistência e os úmeros mais verticais e quertelas mais curtas, que fazem o animal perder em velocidade mas ganhar em termos de resistência, sobretudo, nos saltos.
Em 1983, a raça foi oficialmente redenominada de Sela - Argentina, tanto por motivos políticos resultantes do conflito com a Inglaterra sobre a posse das ilhas Malvinas quanto para evitar incongruências quando da utilização de linguagens germânicas, como as Trakehner, Hanoveriana etc., em novas cruzas na atualidade.

Função

Animal altamente competitivo para os esportes amadores.

Altura

Quando atingem de 1,60 a 1,70m são destinados ao salto ou ao adestramento; quando menores que 1,50m são destinados ao pólo.

Pelagem

Alazã, castanha e tordilha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário